Se tem uma coisa que vimos (e até cansamos) em tempos de isolamento social, foi transmissões ao vivo. Tem sido tanto conteúdo que fica até difícil acompanhar com notícias, músicos, saúde, treinos em casa e por aí vai.

Pela falta de planejamento e experiência, muita gente acabou pagando mico em uma live e até se complicando com as autoridades, como o caso dos sertanejos Gusttavo Lima e a dupla Bruno e Marrone que abusaram do álcool durante suas transmissões e foram advertidos pelo Conar. Sem contar os palavrões e o papelão de estar bêbado ao vivo e em cores. Bruno chegou a chorar e rendeu muitos memes.

Teve também a Ludmilla, que caiu na piscina enquanto cantava, a repórter que o marido apareceu atrás da câmera pelado, filhos que interromperam entrevistas com gritaria e até a cantora Kelly Key deixando seguidores chocados ao ensinar Gracyanne Barbosa e Belo como se faz sexo anal.

Ufa né? Quando o ano começou a gente nem imaginou que passaria por tudo isso, muito menos que a internet poderia aproximar ainda mais as pessoas de um modo tão íntimo. Por isso, se você pretende investir nas lives de qualidade é bom se certificar de algumas coisas.

Veja nosso guia com 6 dicas pra não pagar mico em uma live:

  1. Certifique-se de ter uma boa conexão

Se sua live começar a cair ou a travar, as pessoas vão embora, então providencie uma internet de boa qualidade.

A velocidade que importa na hora de fazer uma transmissão é a de upload, que transporta seus dados para os outros. O ideal é que estejam disponíveis pelo menos 5 Mpbs de upload lives simples.

Outro detalhe é que o Wifi tem taxas menores de transmissão de dados, sem contar interferência de outros aparelhos e paredes, por exemplo. O ideal é que seu aparelho esteja conectado via cabo de rede

Pra medir a velocidade da internet, você pode usar o Speedtest.

  1. Prepare o local

Além de se certificar que a família, gatos e cachorros estejam bem longe enquanto grava e mandar as crianças pra casa da sogra, escolha um ambiente com um fundo agradável, sem muita informação.

Pode ser uma estante de livros, uma parede colorida ou branca mesmo, mas confira mil vezes se não tem nada vergonhoso no quadro da câmera, como a cama bagunçada ou sex toys – que vão tirar completamente o foco do que você está dizendo.

  1. Monte um roteiro

Não adianta contar só com as ideias que você tem na cabeça, porque ao vivo podem haver distrações, acabar saindo do foco e perdendo audiência quando perceberem que você está nervoso ou enrolando.

Organize os tópicos em ordem de prioridade e o que é importante dizer, de modo que ao ler alguma palavra se lembre de todo o conteúdo. Não vá ficar lendo, hein?

  1. Capriche no equipamento

Além de um bom celular ou câmera, dê preferência por usar fones de ouvido com microfone ou compre algum microfone adaptado para o celular, para que o som fique o mais limpo para seus espectadores. Acessórios simples também ajudam a iluminar seu rosto, deixando a imagem mais bonita e sem sombras.

  1. Divulgue

Utilize as redes sociais para divulgar sua live com antecedência, independente da plataforma em que for transmitir. Faça uma arte com sua foto, o tema, dia e horário, para facilitar o compartilhamento. Deste modo, pode atingir pessoas que ainda não te conhecem e podem se identificar com o conteúdo

  1. Interaja com o público

Em um primeiro momento você pode ignorar os comentários pra não perder o foco e abrir para perguntas depois, ou, se der conta, vá respondendo conforme fala, mas de forma alguma ignore quem está ali te prestigiando. Quanto mais interagir, mais chance desta pessoa continuar te acompanhando no futuro.

E aí, curtiu as dicas pra não pagar mico em uma live?

 

Acompanhe a DECABRÓN no InstagramFacebook ou compre online e receba em casa. 

 

 

 

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.