Category

Chincho Lifestyle

Category

Há quem diga que as músicas boas ficaram no passado. Letras com conteúdo, shows performáticos e talento de sobra parece que ficaram só na saudade, ou então, limitado aos artistas da velha guarda que ainda sobem aos palcos, mas que demoram a aparecer aqui pelo Brasil.

Ouvir rádio e procurar pelas mais tocadas parece uma tortura, já que as “músicas chiclete”, são as que mais atraem grande parte da massa. Com sorte, ouvindo uma playlist aleatória você pode conhecer algo que valha a pena e que seja agradável aos ouvidos.

Nós fizemos uma busca pela internê, para descobrir quais são os artistas da nova geração que estão dando o que falar e que podem agradar vocês, cabróns, dá uma conferida e vê qual combina mais com seu estilo.

  1. Billie Eilish

Gênero musical: Electropop, trap, rock alternativo

Billie Eilish no clipe de ‘Bury a friend’. (Divulgação)

Billie Eilish tem apenas 18 anos e já ganhou o mundo com seu estilo diferentão e suas músicas que misturam estilos diferentes com efeitos eletrônicos. Nascida e criada em Los Angeles, com uma família de atores e músicos, Billie tem como parceiro musical e de composições o irmão Finneas O’Connell, mas usa o nome solo na carreira.

Seu single de estreia, Ocean Eyes – que lembra muito o estilo de Lana Del Rey – se tornou viral em 2016 e desde então foi um sucesso atrás do outro, começando pela trilha Bored, que foi destaque na série 13 Reasons Why em 2017, passando para faixas mais dançantes como Bellyache, you should see me in a crown e Bury a Friend. A novata foi emplacando um sucesso atrás do outro e se tornou a primeira artista nascida nos anos 2000 a levar uma música ao topo da principal parada dos EUA, com Bad Guy.

Seu disco de estréia “When we all fall asleep, where do we go? foi lançado somente este ano e consagrou de vez a carreira da cantora nos palcos do mundo inteiro. Devido a seu estilo nada tradicional – e meio macabro -, Billie Eilish foi considerada o Marilyn Manson da nova geração. Nas suas músicas não faltam efeitos na voz, mas no unplugged ela também dá conta do recado.

2. The Struts

Gênero Musical: Glam Rock, Indie Rock, Hard Rock e Rock Alternativo.

The Struts conquistou um público novo durante o Lolapalooza. (Divulgação)

Apesar de estarem na estrada em diferentes formações desde 2009, os britânicos do The Struts deram o que falar no Brasil este ano, durante a sua participação no festival Lolapalooza Brasil.

Comparado a Freddie Mercury, Mick Jagger, David Bowie  e Robert Plant, o enérgico vocalista Luke Spiller dominou o palco como uma grande estrela do rock, e, ao final perguntou quem ali estava vendo o Struts pela primeira vez, provocando a reação da maioria da plateia, e, ao questionar quem voltaria a vê-los no próximo show, causou um furor maior ainda. Foi um dos melhores shows do dia para quem esteve por lá.

Os caras estouraram nas rádios norteamericanas antes mesmo de serem conhecidos em seu país e tiveram como grandes apoiadores os integrantes do Foo Fighters, que colocaram os ingleses na abertura de seus shows. Os Struts também já dividiram palco com The Rolling Stones e Guns N’ Roses.

As mais tocadas da banda, que tem somente um álbum, são Body Talks, em parceria com a cantora Kesha, Pegasus Seya e Somebody New. Não sei pra vocês, mas pra nós, ouvi-los tem gostinho de viagem no tempo, bem nostálgico.

3. The Fever 333

Gênero musical: Rap Rock, Hardcore Punk e Rap Metal

Objetivo da banda é revolucionar a sociedade. (Divulgação)

Outra banda que passou pelo Lolapalooza em 2019 também merece destaque por aqui. Os californianos da The Fever 33 tem uma das melhores perfomances ao vivo da atualidade e tem um som que lembra Rage Against The Machine e Linkin Park. O trio revelou ser fã dos caras do Sepultura e apontou como referência brasileira o grupo de rap Racionais MC’s, pela sua luta contra as repressões do sistema, assim como suas letras defendendo as “minorias”.

O objetivo da banda é revolucionar não só a música, como a sociedade, tanto que o lançamento do seu trabalho para o mundo aconteceu em 2017, no dia da independência dos Estados Unidos e envolveu um caminhão e um show surpresa com três músicas antes que a polícia chegasse.

Se quiser ouvir, comece pelos sucessos do álbum de estreia Strength In Numb333rs, One of Us,  Burn It e Inglewood/3, que são as mais ouvidas.

  1. Cynthia Luz

Gênero musical: Rap

Cynthia Luz tem brilhado não só nas parcerias, mas nos solos também. (Divulgação)

Não podíamos deixar de citar um artista brasileiro nesta lista. Apesar de estarmos vivendo um momento de ascensão de uma galera que vem do YouTube e outros que tem muito talento e pouca idade como Vitao, Jão, Melim, Giulia Be, Vitor Kley, entre tantos outros, nosso destaque vai para a mineira Cynthia Luz, que tem flertado sua voz rouca com o reggae, MPB e  rap de grupos e artistas em destaque na atualidade.

Sua carreira começou nos barzinho na região de São Paulo, até que se uniu ao rapper Froid (outro artista legal pra ouvir), que hoje é seu namorado, e foi um casamento musical perfeito. Experimente ouvir os dois em Lamentável pt. III ou no Mundo da Lua. No projeto solo, faz sucesso com Olhares, Deixa Ela, Sejas bem Feliz e a parceria recém lançada com o cantor Zeca Baleiro, Era uma Vez.

E aí, curtiu alguns desses sons? Se tiver dicas, compartilhe com a gente nos comentários.

Acompanhe a DECABRÓN no InstagramFacebook ou compre online e receba em casa.